Empresa quer ganhar dinheiro com inteligência artificial que aposta em futebol

Empresa quer ganhar dinheiro com inteligência artificial que aposta em futebol

Inteligência artificial e sistemas de aprendizagem de máquina são capazes de analisar volumes enormes de dados e extrair conhecimento deles de forma a guiar tomadas de decisões. E a empresa Stratagem pretende usar essas propriedades para ganhar dinheiro com apostas em futebol.
O The Verge conversou com Andreass Koukorinis, o fundador da empresa, que disse que as partidas de futebol são relativamente previsíveis. “Elas têm curta duração, são repetíveis e têm regras fixas”, comentou, “então se você assistir a 100 mil jogos, encontrará padrões que você pode usar depois”.

Prevendo o futuro do jogo

Um humano pode levar anos para assistir a 100 mil jogos, mas um computador pode fazê-lo muito mais rapidamente. E é isso que a empresa pretende fazer. Ela está usando redes neurais para ensinar as máquinas a prever os resultados de partidas. Para isso, os computadores são alimentados com milhares de vídeos de transmissões de jogos de futebol para tentar encontrar os padrões de vitória e derrota.

As transmissões mostradas às máquinas são exatamente as que passaram na TV, pois são fáceis de se obter. Por outro lado, é necessário ensinar os computadores a não analisar os replays. As máquinas identificam os jogadores, a bola e a linha do campo, e transformam tudo em um mapa de duas dimensões. É a partir da movimentação dos objetos nesse mapa que ela tenta encontrar os padrões de, por exemplo, quando um time chegará ao gol.

“Se você vê um chute da linha intermediária que passa por 11 jogadores e resulta num gol, sim, parece espetacular na TV, mas não é interessante para nós. Porque se você repetí-lo 100 vezes, o resultado não será igual. Mas se você tiver o Lionel Messi cara-a-cara com o goleiro do time adversário, a taxa de conversão é de 80%”, explica Koukorinis.

Ganhando dinheiro

Com essa tecnologia, a empresa quer ter uma vantagem na hora de prever qual será o resultado de uma partida. Isso permitirá à empresa ganhar dinheiro de duas maneiras: primeiro, vendendo as informações a apostadores profissionais; segundo, mantendo as informações e fazendo suas próprias apostas.

E não é só isso. A empresa pretende criar também uma espécie de fundo de investimentos em esporte de 25 milhões de libras (mais de R$ 105 milhões). Esse fundo também seria anunciado a investidores interessados como uma alternativa a outros ativos.

Mas, por enquanto, esse objetivo ainda está um pouco distante. A empresa por ora emprega mais de 65 analistas humanos que escrevem relatórios detalhados sobre as partidas que assistem, e esses dados também são usados para alimentar seus sistemas. A inteligência artificial eventualmente deve automatizar parte desse processo, mas Koukorinis ressalta que a coleta de dados por humanos continuará a acontecer. Mesmo assim, a empresa diz que a tecnologia que já têm é suficiente para que ela tenha uma receita estável.

Fonte

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: